Temos aqui um filme pouco inspirado. Ruim em sua essência. Uma
direção medíocre, um roteiro ruim, efeitos especiais defasados em alguns
momentos e um elenco regular, com um Adrien Brody horroroso como protagonista. São 107 minutos que não geram nada de positivo ou negativo ao universo de predador.
Um filme que simplesmente poderia não existir.

Somos apresentados no início do longa a um grupo de pessoas
jogados de um avião (com seus devidos paraquedas instalados, é claro) em uma
selva aleatória. Todos os personagens não fazem a menor ideia do que está
acontecendo, tendo em seu currículo coisas nada agradáveis. Aos poucos vão
descobrindo (junto com o espectador) que estão imersos em outro planeta,
servindo de caça a um predador implacável.

Um típico filme de ação/terror. A direção do filme é de
Nimród Antal (que tem em seu currículo o bom ‘Temos Vagas’). Aqui, ele prefere
seguir uma linha segura de direção, dispensando assumir qualquer tipo de risco.
A sensação de imersão àquela selva é boa, causando no espectador uma sensação
de perigo iminente. Porém, isso é a única parte positiva do filme. O resto da
trama acaba caindo em clichês do gênero (seus piores) e o tédio não demora a
surgir no espectador.

O elenco não é ruim, conta com atores regulares e, em
teoria, um grande nome como protagonista. Entretanto, Adrien Brody está
completamente desnorteado neste filme. Em nenhum momento o ator consegue
encontrar o tom de seu personagem, soando a todo momento como uma atuação
forçada.

‘Predadores’ é um filme que provavelmente não agrada nem aos
mais assíduos no universo de ‘Predador’. Aqui não temos os clássicos
elementos de horror presentes nos filmes antecessores, fator preponderante para
o fracasso da película.

Nota CI: 5,1 Nota IMDB: 6,4 

Filmografia:
PREDADORES. Direção: Nimród Antal. 2010. 107 min. Título
Original: Predators.
TEMOS Vagas. Direção: Nimród Antal. 2007. 85 min. Título
Original: Vacancy.