A carreira do
diretor Todd Solondz é dedicada a fazer filmes provocadores, que mexem com seu
público (e, às vezes, não de uma forma positiva). Sua filmografia inclui
tópicos difíceis de serem abordados, como estupro, pedofilia e depressão, como todo o conteúdo exposto em ‘Felicidade’(1998). Tudo retratado de uma forma cômica,
porém, fiel. Solondz tem uma atração incomum pela figura dos derrotados em nossa
sociedade. Seu trabalho não é colocar conceitos de certo ou errado, bem ou mal.
Nos seus filmes ele passa o que é o mundo, sem desumanizar aqueles que fogem do
comportamento normal da massa.
Os filmes do
diretor sempre seguem uma qualidade muito alta. E, aqui, com ‘Wiener-Dog’, não é
diferente. Aqui temos um filme que é dividido em quatro contos independentes,
interligados apenas pela presença de um cachorro muito simpático em suas vidas.
Temos, neste filme, contos que mostram a vida com olhos cruéis e desalentadores,
seja em uma família de classe alta, na qual a inabilidade de dois pais em cuidar
de seu filho de uma maneira normal acaba moldando a personalidade do pequeno,
seja em um casal de seus vinte e poucos anos, condenados ao fracasso devido, simplesmente, às circunstâncias da vida, do acaso, ou seja em um professor em profundo
estado de depressão. Todos os contos tem em comum, além do cachorro, um
profundo estado desilusão quanto à vida.
 O diretor usa
de maneira excessiva um humor inteligente, impregnado em pequenos atos dos
personagens. O filme é curto, com apenas 88 minutos de duração, não deixando o
espectador entediado em nenhum momento. Muito pelo contrário, ao seu término
desejamos que ele tivesse mais alguns minutos de duração.
O elenco
conta com alguns nomes consagrados do cinema, como Danny DeVito, Ellen
Burstyn e Julie Delpy. O filme ainda possui Greta Gerwig e Kieran Culkin
compondo o elenco. Todos estão ótimos, demonstrando um humor melancólico
perfeito para a obra.
‘Wiener-Dog’
é um filme delicioso de se assistir. Solondz, em seu oitavo longa-metragem,
mais uma vez acerta a mão. Temos neste filme a vida destrinchada em relatos
divertidos. O diretor ainda nos premia com um final que é genial, premiando todo o conteúdo da obra.
Nota CI: 7,0 Nota IMDB: 5,9
Filmografia:
WIENER-DOG.
Direção: Todd Solondz. 2016. 88 min.
FELICIDADE.
Direção: Todd Solondz. 1998. 134 min. Título Original: Happiness.