Nascido no dia 17 de agosto de 1943, em Nova Iorque, EUA, Robert de Niro realizou sua estreia como ator no cinema em um curta intitulado ‘Encounter’. No entanto, sua carreira começou a decolar quando o diretor Brian De Palma o descobriu, colocando-o para protagonizar alguns de seus filmes. Após gostar do que viu, De Palma recomendou o ator a seu amigo, um cara chamado Martin Scorsese. Scorsese e De Niro então formaram uma parceria para a vida, dando a possibilidade do ator protagonizar os maiores filmes do diretor e ser reconhecido mundialmente por isso. Robert De Niro coleciona sete indicações ao Oscar de melhor ator, tendo vencido dois. E, nesta lista, vamos indicar dez filmes imprescindíveis para quem admira o trabalho do ator.

 

10º – O Franco Atirador (Michael Cimino, 1978)

Contando a história de dois amigos que são marcados pela guerra do Vietnã, ‘O Franco Atirador’ traz uma trama concisa, pautada nas consequências da estupidez humana em nossas vidas. Um filme praticamente impecável que, além de Robert De Niro, ainda nos apresenta Christopher Walken e Meryl Streep no elenco. Aqui De Niro apresenta uma atuação mais calma, mostrando-nos todo o sofrimento de um homem arruinado pelo simples acaso.

 

9º – O Despertar de Um Homem (Michael Caton-Jones, 1993)

O filme mostra a descoberta da adolescência por um jovem dos anos 1950, nos EUA, fazendo um contraponto com sua vida familiar conturbada, onde problemas com sua mãe e seu padrasto sempre acabam surgindo. Veremos todo esse período da adolescência do jovem esmiuçado pelo filme, seus percalços e suas vitórias. Robert De Niro interpreta aqui o padrasto do jovem, um homem de difícil trato e que nutre uma essência defasada de seu meio social. Esta é a chance de vermos Leonardo DiCaprio(ainda em começo de carreira) e Robert De Niro juntos.

 

8º – Cassino (Martin Scorsese, 1995)

‘Cassino’ mostra a ascensão e o declínio de dois amigos em meio a vida na máfia. Robert De Niro e Joe Pesci estão incríveis como sempre, apresentando interpretações adequadas aos seus personagens. Vale também listar a participação não menos incrível de Sharon Stone no filme. Os 178 minutos de duração passam simplesmente voando. Obra-prima incontestável de Martin Scorsese.

 

7º – O Rei da Comédia (Martin Scorsese, 1982)

Em mais uma colaboração com Martin Scorsese, Robert De Niro interpreta Rupert Pupkin, um dos personagens mais icônicos do cinema. Aqui veremos o quanto os conceitos de obsessão e loucura não se encaixam na mesma pessoa. Talvez o maior filme de comédia da carreira de Scorsese e, sem dúvidas, uma das melhores atuações de De Niro em personagens cômicos.

 

6º – Os Bons Companheiros (Martin Scorsese, 1990)

O filme nos traz a história de Henry Hill(Ray Liotta) em meio à máfia. Sua ascensão e declínio são explorados, assim como a de seus dois maiores parceiros. ‘Os Bons Companheiros’ é mais uma das várias contribuições entre Robert De Niro e Martin Scorsese. No entanto, aqui De Niro serve mais de gancho para o desenvolvimento dos outros atores(Liotta e Pesci), tendo uma atuação comedida e pautada sempre no básico.

 

5º – 1900 (Bernardo Bertolucci, 1976)

Contribuição magistral entre De Niro e Bernardo Bertolucci, ‘1900’ é um épico de 317 minutos que conta a história de vida de dois amigos de infância que crescem em lados opostos diante da classe trabalhadora da Itália, no século XX. O filme não passa suavemente, ele é pesado, cobra atenção e paciência do espectador, recompensando este ao fim das mais de 5 horas da obra.

 

4º – Era Uma Vez na América (Sergio Leone, 1984)

O filme passa pela vida de dois amigos, desde a infância até a fase adulta, que cometem diversos crimes pelo lugar onde vivem, criando um reinado de poder, vingança e traições. Dirigido por Sergio Leone, ‘Era Uma Vez na América’ reúne um grande time de atores, como James Woods, Joe Pesci, Elizabeth McGovern e, claro, Robert De Niro.

 

3º – O Poderoso Chefão II (Francis Ford Coppola, 1974)

Continuando o brilho do primeiro filme da trilogia, ‘O Poderoso Chefão II’ segue vários fragmentos de história. Em um ponto veremos o desenvolvimento da vida de Vito Corleone nos anos 1920 e, em outro momento, a vida de Michael seguindo os passos de seu pai e expandindo o controle da família. Como Vito Corleone, Robert De Niro(em seu primeiro grande papel na carreira) está impecável, só sendo sobrepujado no filme pela interpretação fenomenal de Al Pacino como protagonista.

 

2º – Taxi Driver (Martin Scorsese, 1976)

Em meio a uma Nova Iorque decadente, o perturbado taxista Travis Bickle lida com o que há de pior das ruas da cidade durante a noite. Após desilusões amorosas e o constante assédio psicológico de seus clientes, Travis acaba adentrando em um misto de confusão e decadência mental. Dirigido e roteirizado magistralmente por, respectivamente, Martin Scorsese e Paul Schrader, o filme tem o seu ápice na atuação intensa de Robert De Niro.

 

1º – Touro Indomável (Martin Scorsese, 1980)

Baseado na vida do boxeador Jake LaMotta, ‘Touro Indomável’ nos traz a vida de um homem regido por um processo de autodestruição inexorável. Aqui veremos como Jake destrói a vida de si mesmo e de todos a sua volta, mesmo tendo como dom a arte de ser um dos melhores em sua profissão. Aqui Robert De Niro não somente entrega a melhor atuação de sua carreira, mas também uma das maiores da história do cinema.