A lista traz dez ótimos filmes de suspense dos anos 1980. Década positiva para o gênero, os anos 1980 conseguiram trazer novas formas de encarar o gênero no cinema, pegando as influências anteriores, como Alfred Hitchcock, por exemplo, e dando uma repaginada nos elementos que mais fizeram sucesso.

 

10º – A Hora da Zona Morta (David Cronenberg, 1983)

Após sofrer um grave acidente de automóvel, um homem fica em coma durante vários anos, vindo a despertar com um estranho poder psíquico. O filme se aproveita de vários itens característicos do gênero, como uma trilha sonora de extrema qualidade e uma direção habilidosa, entregando ao seu espectador uma obra marcante. Leia Nossa Crítica do Filme!

 

9º – Uma Janela Suspeita (Curtis Hanson, 1987)

Após testemunharem, enquanto cometiam um adultério, a tentativa de assassinato de uma jovem, um casal acaba se deparando com dilemas morais e éticos sobre a coisa certa a se fazer. Obra escondida na década, ‘Uma Janela Suspeita’ é um suspense clássico, aderindo a tudo que o gênero utilizava naquela década e na anterior para mover sua trama. Leia Nossa Crítica do Filme!

 

8º – Dublê de Corpo (Brian De Palma, 1984)

Um homem encontra-se completamente obcecado pela figura de uma jovem vizinha, passando a observá-la secretamente, até que um infeliz acontecimento muda os rumos de tudo. Filme dirigido por um dos grandes mestres da história do suspense no cinema, ‘Dublê de Corpo’ é um filme que explora, acima de tudo, a sexualidade, adentrando em um mundo de diversos fetiches, sempre tendo como pano de fundo a sua trama que se desenvolve de forma cadenciadaLeia Nossa Crítica do Filme!

 

7º – O Silêncio do Lago (George Sluizer, 1988)

Após sua namorada sumir inexplicavelmente de um posto de gasolina, um homem se vê completamente obcecado em descobrir o que acontecera com sua companheira. Suspense triste e pautado no desenvolvimento da vida para assustar o espectador, ‘O Silêncio do Lago’ é uma obra aterradora sobre as mais estranhas motivações humanas e a impossibilidade que nós temos de superar determinados fatos de nossa históriaLeia Nossa Crítica do Filme!

 

6º – A Morte Pede Carona (Robert Harmon, 1986)

Após escapar de uma tentativa de assassinato de um homem para quem deu uma carona, um jovem acaba deparando-se com um calvário insolúvel quando o homem decide persegui-lo, a fim de consumar seu desejo de matá-lo. Frenético, a obra foge ao tradicional do gênero para a época, baseando sua trama em resoluções pouco aprazíveis.

 

5º – Um Tiro na Noite (Brian De Palma, 1981)

Um homem presencia um acidente, descobrindo mais tarde que, na verdade, o que vira fora um assassinato. Utilizando os elementos mais conhecidos do cinema de Brian De Palma, ‘Um Tiro na Noite’ é um ótimo filme e um dos melhores suspenses da década.

 

4º – Gêmeos – Mórbida Semelhança (David Cronenberg, 1988)

As vidas de dois ginecologistas gêmeos começam a desmoronar após envolverem-se em um triângulo amoroso com uma mulher. Em um dos maiores filmes da carreira de David Cronenberg, veremos uma trama que se desenvolve sob os laços de irmãos que crescem e fracassam juntos. Leia Nossa Crítica do Filme!

 

3º – Gosto de Sangue (Joel e Ethan Coen, 1984)

A trama se desenvolve através de um jogo de enganações entre um homem rico, sua esposa infiel e o amante ingênuo. ‘Gosto de Sangue’ é o primeiro longa-metragem da carreira dos irmãos Coen, mostrando aqui elementos que viriam a usar mais tarde em sua filmografia, em filmes como ‘Ajuste Final’(1990), ‘Fargo’(1996) e ‘Onde os Fracos Não Têm Vez’(2007).

 

2º – Vestida Para Matar (Brian De Palma, 1980)

Uma estranha mulher começa a assassinar os pacientes de um psiquiatra. Quando uma jovem presencia um dos assassinatos, a estranha mulher começará a investir seus esforços em silenciar a testemunha. Impecável, ‘Vestida Para Matar’ é um deleite para o fã de suspense. Um filme que aproveita de aspectos clássicos utilizados décadas antes por Alfred Hitchcock, vindo a criar novas características que seriam repetidas inúmeras vezes nos anos posteriores por filmes do mesmo gênero. Melhor suspense da carreira de Brian De Palma.

 

1º – Caçador de Assassinos (Michael Mann, 1986)

Um ex-agente atormentado do FBI volta à ativa após um serial killer iniciar uma jornada sangrenta, matando famílias inteiras. Baseado no livro ‘Dragão Vermelho’, escrito por Thomas Harris, ‘Caçador de Assassinos’ expõe o que há de melhor no gênero, com atuações positivas, uma trilha sonora marcante, direção impecável e um roteiro que acompanha o brilho do livro em que se baseou.