Top10: Dez Filmes Que Vão Fazer Você Encarar o Mundo de Outra Forma

 

7º – Paris, Texas (Wim Wenders, 1984)

Após passar vários anos desaparecido, Travis, repentinamente, surge andando completamente desorientado por um deserto. O filme passará as suas mais de 2 horas de duração esmiuçando as motivações de Travis para sumir por tantos anos, sua nova conexão com seus familiares e seu papel paterno aflorar com o tempo. ‘Paris, Texas’ é um filme, em sua síntese, sobre todos os aspectos da vida. Aqui veremos como o tempo nos deixa marcas incuráveis, sejam elas positivas ou negativas, e como determinados vínculos jamais podem ser rompidos. Leia Nossa Crítica do Filme!

 

6º – O Quinto Selo (Zoltán Fábri, 1976)

Budapeste, 1944. Quatro homens bebem tranquilamente em um bar, refletindo sobre aspectos cotidianos, quando um homem adentra o local e lhes propõe uma pergunta que mudará a vida de todos. Pérola perdida no cinema, ‘O Quinto Selo’ faz o espectador desconstruir todas as suas bases morais e éticas, levando-o a questionar o sentido escolhido para guiar sua jornada pela vida. Um filme bastante provocador que necessita de uma atenção a mais de quem o assiste.

Leia Também Nossa Lista com 10 Filmes Que Vão Fazer Você Chorar!

 

5º – A Vida é Doce (Mike Leigh, 1990)

Um casal e suas duas filhas adolescentes possuem uma vida tranquila e prazerosa no subúrbio do norte de Londres. Aqui passaremos algumas semanas seguindo o cotidiano dessa família, as dificuldades financeiras e seus conflitos internos. O que, no entanto, surpreende no filme são suas reviravoltas no meio da trama. Descobriremos que, aquilo que parecia perfeito e intocável, era, na verdade, apenas uma máscara vestida para suas vidas sociais. Internamente o que vemos é uma luta incessante para preservar o que sobrou da essência da família. O filme trabalha por chocar o espectador em algumas cenas específicas para solidificar o conceito de uma vida irretocável e perfeita, como tentamos muitas vezes transmitir ao âmbito social, simplesmente não existe.

 

4º – Sorte Cega (Krzysztof Kieslowski, 1987)

Contando a variação de três histórias da vida de um mesmo homem em virtude do sucesso na tentativa de pegar um trem, ‘Sorte Cega’ estuda o quanto realmente temos controle de nossas vidas. Aqui teremos desmembrado o conceito de acaso e uma provocação final sobre a noção de predestinação. Um filme que levanta muitas dúvidas até seu espectador, sem, no entanto, trazer resposta alguma.

Continua na Próxima Página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *