Top10: Dez Filmes de Terror da Década de 1990 Que Você Precisa Assistir

 

7º – Morte ao Vivo (Alejandro Amenábar, 1996)

Após ficar sabendo de uma suposta fita de vídeo contendo um conteúdo “snuff” em sua faculdade, enquanto faz uma pesquisa sobre violência, uma aluna decide investigar o caso, somente para descobrir coisas que, talvez, ela devesse não ter mexido. ‘Morte ao Vivo’, na verdade, se enquadra mais para o gênero de suspense, com desnivelamentos em sua trama sempre pautados pelo mistério e o senso investigativo, mas alguns de seus caminhos escolhidos pelo roteiro e direção na reta final nos fazem incluir o filme nesta lista de terror.

 

6º – Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado (Jim Gillespie, 1997)

Após um trágico acidente que vitimara uma pessoa, alguns adolescentes decidem esconder a história e fazerem um pacto de silêncio sobre o caso. A trama ganha força quando, um ano após o acidente, os adolescentes começam a receber mensagens sobre o caso e terem suas vidas ameaçadas. ‘Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado’, junto com ‘Lenda Urbana’ e ‘Pânico’, é um filme que capta exatamente o “zeitgeist” de horror dos anos 1990, servindo para fazer eclodir novos rumos para o gênero que perduram até hoje.

 

5º – A Bruxa de Blair (Daniel Myrick, 1999)

Três estudantes decidem fazer um documentário acerca de uma floresta mal-assombrada e verificar uma lenda sobre a bruxa que ali reside. Conforme os estudantes avançam sobre a floresta, estranhos acontecimentos começam a eclodir, fazendo-os entrarem em um jogo mental por suas sobrevivências. Precursor de uma nova forma de se fazer horror, com o agora popular “found footage”, ‘A Bruxa de Blair’ acaba, de fato, se fazendo um bom filme e uma ótima experiência dentro do gênero, mesmo que algumas coisas tenham um ar defasado atualmente.

Leia Também Nossa Lista com 10 Filmes Para Quem Ama Comer!

 

4º – A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (Tim Burton, 1999)

Seguindo os assassinatos e decapitações de três integrantes de um pequeno vilarejo, tudo apontado como obra de um cavaleiro sem cabeça, um homem decide sair de sua cidade movimentada para investigar o caso e a respectiva lenda. Dirigido por Tim Burton, o filme apresenta todos os elementos comuns ao cinema do cineasta, desenvolvendo uma trama extremamente atraente e desnivelamentos que escapam ao senso do real.

Continua na Próxima Página