Top10: Dez Filmes Para Conhecer o Cinema de Akira Kurosawa

Abordaremos, neste Top10, a carreira do maior diretor japonês da história do cinema. Dono de uma filmografia extensa, Akira Kurosawa notabilizou-se por seu inegável talento na concepção de seus filmes, apresentando ao espectador diversas obras-primas. Os filmes listados abaixo pretendem dar um panorama geral sobre as obras essenciais do japonês, sempre lembrando que sua filmografia possui mais de 30 trabalhos à frente da direção. Ou seja, deixaremos de fora diversos bons filmes que, sem dúvidas, valem muito a pena serem assistidos. A lista possui caráter introdutório, evidenciando seus principais filmes. Vamos à lista!

 

10º – Kagemusha – A Sombra de um Samurai (Akira Kurosawa, 1980)

Um simplório ladrão, sósia de um poderoso líder de um clã, é descoberto pelo aparato defensivo do lugar, trocando sua condenação à morte por um trabalho como segundo homem do líder. Após esse líder morrer, cabe ao ladrão, por um jogo de interesses, substituir o homem, a fim do clã não demonstrar fraqueza aos seus rivais. Épico com, exatamente, três horas de duração, ‘Kagemusha – A Sombra de Um Samurai’ é uma obra-prima irretocável do cinema de Akira Kurosawa.

 

9º – A Fortaleza Escondida (Akira Kurosawa, 1958)

Dois indivíduos gananciosos escoltam um homem e uma mulher através de linhas inimigas, por mera cobiça, sem darem-se conta que os dois pertenciam ao alto nível social da época. Utilizando uma ação intermitente, o filme vai amparar-se bastante, também, no uso de cenas mais cômicas para dar leveza à trama.

 

8º – O Anjo Embriagado (Akira Kurosawa, 1948)

Trabalhando sob a relação de um médico irascível e um jovem inconsequente com tuberculose, ‘O Anjo Embriagado’ evidencia como o aparato psíquico humano, às vezes, precisa de uma instância alheia, muitas vezes improvável, para promover mudanças em uma estrutura errática. Alocado no começo da carreira de Akira Kurosawa, este filme exemplifica da melhor forma alguns dos elementos que o japonês viria a utilizar no decorrer de sua filmografia.

Continua na Próxima Página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *