Top10: Dez Filmes Para Conhecer o Cinema de Akira Kurosawa

 

7º – Dodeskaden – O Caminho da Vida (Akira Kurosawa, 1970)

Temos aqui um filme sobre a vida em todos os seus âmbitos. São 140 minutos destrinchando diversos personagens inseridos em uma realidade social ingrata, muitas vezes impossível de se viver, mostrando suas formas de conduzir seus cotidianos e hábitos. Sem dúvidas, o filme mais tocante da filmografia do Kurosawa.

 

6º – Ran (Akira Kurosawa, 1985)

No Japão medieval, após um tirano se aposentar e deixar o reinado para seus três filhos, veremos como a figura do poder corrompe a essência do indivíduo, fazendo estes se virarem contra a própria família. Magistralmente conduzido por Akira Kurosawa, ‘Ran’ utiliza de suas quase três horas de duração para absorver o espectador para a trama, trabalhando com construções de cenas impecáveis.

 

5º – Rashomon (Akira Kurosawa, 1950)

A resolução da investigação do assassinato de um samurai paira sob as sombras. Cabe às testemunhas e acusados contarem os desnivelamentos da fatídica tarde do assassinato. Curto e dinâmico, ‘Rashomon’ utiliza de lapsos temporais e um jogo de enganações que colocarão o espectador para julgar quem são os responsáveis e vítimas presentes na trama.

 

4º – Yojimbo – O Guarda-Costas (Akira Kurosawa, 1961)

Um samurai chega num pequeno vilarejo em meio ao conflito entre duas gangues diferentes. Após mostrar suas habilidades para as duas frentes, o samurai decide, sem que os membros das gangues saibam, aceitar dinheiro de ambas, defendendo seus próprios interesses. Em ‘Yojimbo’, Akira Kurosawa nos apresenta uma trama mais cadenciada, mostrando os desnivelamentos da trama de forma dosada, sabendo exatamente onde cada personagem deve chegar. O filme ainda nos propicia uma atuação soberba de Toshirô Mifune à frente do protagonista.

Continua na Próxima Página