50 Filmes Para Assistir Agora Mesmo Que Curam Corações Partidos

10º – Ela (Spike Jonze, 2013)Alocado em um futuro não muito distante, o filme conta a história de um homem solitário que encontra conforto ao iniciar um estranho relacionamento com um sistema operacional projetado para atender pessoas exatamente como ele. Impecável em sua construção estética, com uma fotografia linda e uma direção que favorece a transposição da beleza de cada ambiente, ‘Ela’ também apresenta uma história envolvente, tendo como pano de fundo uma triste constatação dos caminhos sociais soturnos.

 

9º – Amores Expressos (Kar-Wai Wong, 1994)Fragmentada em duas histórias diferentes, a trama mostra as trajetórias de dois casais em meio à povoada e solitária Hong Kong. ‘Amores Expressos’ é uma obra-prima, oferecendo um olhar doce à instâncias rústicas da vida em sociedade, sempre se aproveitando de planos magistrais do cineasta Kar-Wai Wong.

 

8º – Hiroshima, Meu Amor (Alain Resnais, 1959)Trabalhando em um filme com suas gravações concentradas em Hiroshima, uma atriz acaba vivendo um romance intenso com um homem local. Dirigido por Alain Resnais, esta obra-prima, magistralmente captada em cada plano, expõe uma história concisa e forte, trabalhando sobre passado e presente.

 

7º – Asas do Desejo (Wim Wenders, 1987)Na trama, um anjo cansado de sua rotina repetitiva decide tornar-se mortal e viver o cotidiano humano. Dirigido por Wim Wenders, ‘Asas do Desejo’ oferece um olhar diferente sobre o compêndio humano no mundo, fornecendo pontos positivos sobre a nossa essência.

 

6º – Alice Não Mora Mais Aqui (Martin Scorsese, 1974)Uma viúva cruza o país com seu filho pequeno à procura de um lugar para morar. Pérola escondida na filmografia de Martin Scorsese, ‘Alice Não Mora Mais Aqui’ é um filme doce em suas investidas, conseguindo utilizar os seus 112 minutos de duração para construir um drama conciso sobre o conceito de perseverança contido no ser humano.

Continua na Próxima Página