Top50: Cinquenta Mega Filmes Para Você Assistir Pelo Menos Uma Vez na Vida

35º – Frances Ha (Noah Baumbach, 2012)O filme conta a história de uma jovem dançarina que rege seus passos sobre o mundo com uma incerteza impregnada em seu modo de ser. ‘Frances Ha’ é uma obra que questiona o sentido coletivo que a sociedade dá para a felicidade, descartando a subjetividade do indivíduo e provocando sensações de dúvidas sobre o que realmente é certo para sua vida.

 

34º – Enquanto Somos Jovens (Noah Baumbach, 2014)Um casal de meia-idade descobre uma fonte de conforto quando se veem amigos de dois jovens entusiasmados. O filme trabalha sobre como o conceito de envelhecer é subjugado pelo âmbito social, imputando a essa instância natural da vida uma qualidade negativa que impede a obtenção de prazer nas atividades diárias.

 

33º – Felicidade (Todd Solondz, 1998)Esta obra sintetiza toda a ideia desta lista. Aqui, veremos a busca de diversos personagens pela felicidade, enfrentando os mais diversos tipos de empecilhos físicos, morais ou psicológicos, simplesmente para descobrir que o elemento buscado não existe. Um filme provocador, repulsivo em determinados momentos, mas deliciosamente preciso em suas investidas. Um dos filmes mais audaciosos dos anos 1990 e o maior trabalho da carreira do ótimo Todd Solondz.

 

32º – Sideways (Alexander Payne, 2004)Dois amigos, enfrentando, cada um de sua forma, uma crise existencial em detrimento da chegada à meia-idade, decidem fazer uma viagem até uma cidade famosa por seus vinhos. No entanto, a viagem elencará várias confusões, casos amorosos e ainda mais problemas psicológicos para ambos. Divertido, elevando uma aura melancólica acerca dos acontecimentos da trama, o filme se destaca por sua simplicidade no momento de estudar períodos complicados da vida humana. A figura que faz com que o filme seja incluído nesta lista é a da cidade e a degustação de vinhos, que conseguem deixar o espectador com água na boca.

 

31º – A Viagem de Chihiro (Hayao Miyazaki, 2001)Durante uma mudança de residência, uma menina se perde de seus pais e conhece um mundo novo, muito mais perigoso e espetacular. Agora, a garota tentará de todas as formas resolver pendências do local e retornar para seus pais. Norteando-se como uma das melhores animações japonesas já concebidas, ‘A Viagem de Chihiro’ se insere nesta lista em virtude da exposição de diversos elementos relacionados à comida no decorrer da história.

Continua na Próxima Página