Top50: Desafio – Quantos Desses Filmes Clássicos Você Assistiu?

30º – A Malvada (Joseph L. Mankiewicz, 1950)Na trama, uma jovem, obcecada pelas nuances da vida artística de uma companhia de teatro, tenta achar uma brecha para entrar àquele compêndio, utilizando uma premiada atriz para atingir esse objetivo. ‘A Malvada’ é um dos filmes mais emblemáticos da década de 1950, trazendo uma trama leve e dinâmica que diverte seu espectador a cada cena.

 

29º – Depois de Horas (Martin Scorsese, 1985)Após conhecer uma jovem atraente em um restaurante e ser convidado para sua casa, um homem adentrará à noite mais estranha e cruel de sua vida. Alocado no gênero de comédia, o filme, assim como ‘Alice Não Mora Mais Aqui’, é menosprezado no interior da filmografia de Scorsese. No entanto, cada minuto de filme trabalha por recompensar o seu espectador, trazendo uma história permeada por nuances.

 

28º – Clube dos Cinco (John Hughes, 1985)Cinco adolescentes, por motivos diversos, se encontram presos na detenção de uma escola. Tendo que ficar a tarde inteira no local, os cinco, cada um representando algum estereótipo da época, aprenderão um pouco sobre as histórias de vida de seus companheiros. Um filme que permanece atual mesmo hoje, mostrando os dramas adolescentes de várias camadas e tipos de indivíduos.

 

27º – Rede de Intrigas (Sidney Lumet, 1976)Um apresentador veterano de um canal de televisão americano sofre uma quebra exacerbada com os padrões regidos em sua vida, decidindo usar seu espaço na mídia para destilar pontuações extremas sobre seu cerco social, logo virando uma grande celebridade por isso. Obra-prima da década de 1970, ‘Rede de Intrigas’ é impecável da primeira à última cena, trazendo ao espectador uma trama inteligente e que “martela” vários dos conceitos intocáveis de uma sociedade tradicional.

 

26º – O Lado Bom da Vida (David O. Russell, 2012)Um homem desajustado e instável, após uma passagem por uma instituição psicológica, encontra na figura de uma jovem a força para superar as dificuldades de sua vida. Nutrindo uma aura motivacional do começo ao fim, ‘O Lado Bom da Vida’ é um drama leve sobre o poder adaptativo do ser humano. Um filme que, certamente, lhe causará um sentimento aprazível ao seu término.

Continua na Próxima Página