Top50: Desafio – Quantos Desses Filmes Clássicos Você Assistiu?

15º – Donnie Darko (Richard Kelly, 2001)Um adolescente sofre com visões constantes de uma criatura que lhe dá coordenadas destrutivas sobre sua existência no mundo, deixando-o sem saber distinguir realidade de alucinações. ‘Donnie Darko’ utiliza uma atmosfera obscura para dar ritmo ao compêndio de cenas e sua história, se notabilizando como uma ótima opção para aqueles que desejam um filme desafiador.

 

14º – Fitzcarraldo (Werner Herzog, 1982)O filme explora a jornada obsessiva de um homem em busca da realização de um sonho de construir um ópera em meio à selva. ‘Fitzcarraldo’ se vale de quase três horas de duração para contar a sua história, elevando vertentes positivas e negativas sobre a obsessão, jamais atenuando suas cenas ao trazer uma abordagem bastante abrangente sobre o tema. Vale ainda o destaque para a atuação irretocável do ator Klaus Kinski como protagonista.

 

13º – A Vida dos Outros (Florian Henckel von Donnersmarck, 2006)Concentrando sua trama na Alemanha Oriental da década de 1980, o filme traz a história de um espião do governo que é incumbido da missão de investigar um casal de artista suspeito de não seguir as vertentes básicas da nação. Ganharemos toda a substância da história quando o espião começa a ficar obcecado pelas vidas daquelas pessoas, vindo a questionar todo o sentido de sua vida. Potente, ‘A Vida dos Outros’ utiliza a figura exacerbada da Alemanha à época para debater sobre algumas vertentes sociais destrutivas as quais estamos expostos, tendo como resultado uma obra que emociona.

 

12º – Barton Fink (Joel e Ethan Coen, 1991)Alocado na década de 1940, o filme conta a história de um roteirista que tem a chance de ir a Hollywood para escrever um obra cinematográfica. No entanto, em meio ao processo de produção do roteiro, o homem começa a vivenciar momentos de instabilidade psicológica, se vendo em uma luta entre realidade e alucinações. Pérola da filmografia dos irmãos Coen, ‘Barton Fink’ é um filme inteligente, contando com um trama que se altera a cada cena superada, se valendo muito, também, do talento de John Turturro comandando o personagem central.

 

11º – Faces (John Cassavetes, 1968)O filme segue o compêndio degenerativo da vida de um casal, pegando os eventos exacerbados logo após o final do relacionamento. Pertencente ao cinema de John Cassavetes, ‘Faces’ se vale de um estilo cru ao trazer cada cena, deixando à figura do roteiro o trabalho de levar o filme. Aqui, poderemos ver na personagem de Gena Rowlands um esboço do estilo em mulheres de meia-idade da época.

Continua na Próxima Página

4 Comments on “Top50: Desafio – Quantos Desses Filmes Clássicos Você Assistiu?”

  1. Bons filmes (os que vi), Mas essa lista é injusta (relativamente) pois não cita 2001, Uma Odisséia no Espaço, Laranja Mecânica, Sonhos de Akira Kurossawa, O sétimo Selo de Ingmar Bergman (talvez um dos mais famosos dele). Sem falar que faltou Hitchcock, Felini, Franco Zefirelli, Cecil B. DeMille. e muitos outros. Apenas minha humilde opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *