Top10: Dez Filmes Cult de Tirar o Fôlego Para Você Assistir Antes de Morrer

7º – Eraserhead (David Lynch, 1977)Acompanharemos o dia a dia de um estranho homem exposto aos mais diversos contratempos, como briga com vizinhos, confusões com sua namorada e etc. Perturbador, ‘Eraserhead’ é, simplesmente, a obra que revelou David Lynch para o mundo. Sua trama quase incompreensível e permeada por nuances é somente um detalhe. O legal aqui é poder ver a capacidade criativa de Lynch, mesmo com um orçamento minúsculo.

 

6º – O Grande Lebowski (Joel e Ethan Coen, 1998)Após ter sua casa invadida por dois criminosos por engano, um homem de meia-idade completamente desajustado decide ir atrás da pessoa que aqueles indivíduos procuravam para ele ressarci-lo do prejuízo, adentrando em uma confusão sem precedentes. Pertencente ao cinema dos irmãos Coen, ‘O Grande Lebowski’ trabalha com uma trama permeada por nuances distintas, se alterando a cada cena ultrapassada, entregando, como resultado final, um ótimo filme. No comando do personagem central, Jeff Bridges consegue a atuação de sua carreira, conseguindo ser hilário a cada plano em que está exposto.

 

5º – O Show Deve Continuar (Bob Fosse, 1979)Um respeitado coreógrafo é incumbido da missão de dirigir uma nova produção. Em meio ao processo de produção da nova peça, o homem se vê envolto em uma rotina de exageros, com mulheres, álcool e trabalho formando um vínculo que pode custar a sua vida. Um dos maiores musicais já concebidos, ‘O Show Deve Continuar’ encanta o espectador da primeira à última cena, trazendo uma história potente e encantadora.

 

4º – A Morte do Demônio (Sam Raimi, 1981)Um grupo de amigos se vê em uma situação nada aprazível após viajar para uma cabana isolada no meio de uma floresta e passar a sofrer com estranhos acontecimentos verdadeiramente tenebrosos. Apesar de seu orçamento bastante limitado, ‘Uma Noite Alucinante’(A Morte do Demônio) consegue entregar ao espectador uma criatividade que consegue dar peso ao seu compêndio de cenas mais agressivas ao contexto de horror.

Continua na Próxima Página