Top10: Dez Filmes Mais Poéticos de Todos os Tempos

7º – Ariel (Aki Kaurismäki, 1988)Após seu pai cometer suicídio, um homem decide embarcar em uma jornada sem rumo com o carro deixado para ele. No decorrer dessa jornada, o homem enfrentará o que de pior a sociedade tem a oferecer, mas também conhecerá a figura do amor que alterará seu caminho no mundo. Pertencente ao cinema de Aki Kaurismaki, ‘Ariel’ segue toda a construção característica do diretor, propondo uma história que se molda de forma estranha e sempre encantadora.

 

6º – A Morte de um Caixeiro-Viajante (Volker Schlöndorff, 1985)Um homem, já se encaminhando para a terceira idade, enfrenta dilemas existenciais quando um de seus filhos adultos retorna à sua casa. Sua vida profissional e privada sofrerão com seu declínio emocional e físico, tendo sempre como ponto de partida para tudo a figura cruel de seus atos no passado. ‘A Morte de um Caixeiro-Viajante’ é uma pérola pouco reverenciada da década de 1980. Sua trama ácida sobre os meandros tristes de uma família ponderam sobre as construções morais inerentes a uma sociedade, oferecendo uma crítica a uma visão conservadora e tradicional de vida. O filme ainda nos entrega uma atuação irretocável do ator Dustin Hoffman e uma das maiores da carreira de John Malkovich.

 

5º – Asas do Desejo (Wim Wenders, 1987)Na trama, um anjo, cansado de sua rotina repetitiva, decide tornar-se mortal e viver o cotidiano humano. Dirigido por Wim Wenders, ‘Asas do Desejo’ oferece um olhar diferente sobre o compêndio humano no mundo, fornecendo pontos positivos sobre a nossa essência.

 

4º – Hiroshima, Meu Amor (Alain Resnais, 1959)Uma atriz francesa vive uma intensa e efêmera paixão com um residente da cidade Hiroshima enquanto atua em um filme no local. Sempre tendo como pano de fundo as consequências que 2ª Guerra Mundial causara na cidade, o filme nos traz uma trama simples, mesclando dor e prazer, obtendo seu sucesso por suas cenas captadas de maneira magistral pelo diretor Alain Resnais, em especial o plano de abertura.

Continua na Próxima Página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *