10 Filmes Para Quem Tem o Estômago Forte

Listamos dez filmes para quem tem o estômago forte neste artigo. Abaixo, estão ótimos filmes que desafiam o seu espectador e procuram sempre o encaminhamento mais exacerbado, seja no quesito gráfico ou, até mesmo, psicológico. Vale também ressaltar que todos os filmes citados não são feitos para todo tipo de público, requerendo certa atenção antes de iniciá-los. Vamos à lista!

 

10º – Possessão (Andrzej Zulawski, 1981)O filme explora o compêndio degenerativo da vida de um casal, trazendo o processo de separação rústico enfrentado por seus componentes. Perturbador, ‘Possessão’ consegue expor de maneira diferente o compêndio trágico que um relacionamento pode ter, assim como trabalha por elevar uma visão cruel sobre a forma do amor aparecer em alguns indivíduos. Um filme para ser assistido com certa cautela, tendo em vista seu conteúdo gráfico extremo.

 

9º – Hellraiser (Clive Barker, 1987)Um homem e uma mulher se mudam para um antiga casa da família. No lugar, a mulher encontrará uma aberração em um dos cômodos que alega ser seu antigo amante, irmão do seu marido. Logo, iniciaremos uma jornada sangrenta entre esse triângulo amoroso nada normal. Perturbador em sua camada de horror exposta ao espectador, ‘Hellraiser’ é um filme de terror atmosférico de ótima qualidade. Sua trama – adaptada de um livro de Clive Barker (que também dirige o longa) – consegue manter uma dinamicidade e um mistério que mantém quem assiste apreensivo. Pérola do horror da década de 1980.

 

8º – Cold Fish (Sion Sono, 2010)Na trama, um homem se vê em uma situação delicada quando sua filha é pega furtando uma loja. No entanto, o dono da loja, um senhor de meia-idade aprazível, resolve a situação de forma tranquila e convida a jovem para trabalha no local. No entanto, nem tudo é como parece, e aquele senhor aprazível, assim como sua família, podem esconder segredos aterradores. Extremo e perturbador, ‘Cold Fish’ é ousado ao trazer cada meandro de sua trama sobre o mal em sua face mais cruel. Seu diretor, o polêmico Sion Sono, consegue mesclar vários gêneros em um só filme, resultando em uma experiência única exposta ao espectador, Pérola do cinema japonês, que, é bom se reforçar, passa longe de ser um filme recomendado para todos os públicos, com conteúdos gráficos e psicológicos que fazem até o mais acostumado passar mal.

Continua na Próxima Página