Assistir aos filmes que passavam na sessão da tarde e no finado cinema em casa fez parte da maior parte das crianças da década de 1990 e início dos anos 2000. Tínhamos uma grande gama de filmes, alguns politicamente incorretos e outros repetidos incessantemente, que sempre cumpriam seu papel de divertir nossas tardes. Hoje em dia, com TV a cabo e a Netflix, felizmente, as crianças não ficam reservadas à programação da Globo e do SBT. Neste Top10, no entanto, o nosso foco é trazer filmes que você sempre assistiu, mas que já não se lembrava mais. São filmes que variam de gênero, temos comédia, drama e, até mesmo, suspense, que sempre tinham como característica central passar, no mínimo, uma vez por ano nas tardes brasileiras.

 

10º – Milionário Num Instante (Arthur Hiller, 1990)

Um homem que acaba de sair da cadeia encontra a carteira e agenda de um indivíduo rico, assumindo seus compromissos e passando a viver uma rotina luxuosa. Em contraponto, veremos o calvário enfrentado pelo homem que perdeu a carteira. Protagonizado por Jim Belushi, ‘Milionário Num Instante’ é um filme facilmente esquecível, mas que permeou as tardes da sessão da tarde nos anos 1990 ao começo dos 2000.

 

9º – O Rapto do Menino Dourado (Michael Ritchie, 1986)

Um detetive particular é incumbido da missão de encontrar uma criança perdida que possui um dom especial. De qualidade bastante duvidosa, ‘O Rapto do Menino Dourado’ é um dos filmes mais repetidos na sessão da tarde, tendo como principal atrativo para o público a presença de Eddie Murphy.

 

8º – Um Amor de Múmia (Greg Beeman, 1997)

Em um dos filmes mais recentes e, talvez, o mais desconhecido desta lista, teremos na trama um grupo de adolescentes apaixonados pelo gênero de horror que encontram, em uma residência abandonada próxima às suas casas, a existência de uma múmia. Feito originalmente para a televisão, ‘Um Amor de Múmia’ é um filme, obviamente, ruim, mas que alegrou as infâncias do espectador da sessão da tarde no início dos anos 2000.

 

7º – O Carro Desgovernado (Jack Sholder, 1997)

Após pegar seu carro em um mecânico, uma enfermeira descobre, da pior forma, que seu veículo está com os freios corrompidos, iniciando uma jornada frenética na tentativa de preservar sua vida e de pessoas a quem ofereceu carona. Desconhecido no mundo todo, mas extremamente popular para os espectadores da sessão da tarde, ‘O Carro Desgovernado’ é um filme fraquíssimo, mas que, por intermédio das inúmeras repetições da Globo, conseguiu um lugar especial nas tardes de várias pessoas.

 

6º – O Ataque dos Vermes Malditos (Ron Underwood, 1990)

Representando o saudoso cinema em casa, do SBT, ‘O Ataque dos Vermes Malditos’ (assim como suas sequências) tomaram conta das nossas tardes nos anos 1990. O filme conta a história de criaturas subterrâneas que passam a aterrorizar uma pequena cidade isolada, promovendo mortes por todos os cantos.

 

5º – Viva! A Babá Morreu (Stephen Herek, 1991)

Após serem deixados com uma babá idosa que vem a morrer, após sua mãe sair da cidade, uma adolescente e seus irmãos menores terão que se virar para conseguir sobreviver sem o auxílio de adultos. Bastante presente na segunda parte da década de 1990 na sessão da tarde, o filme conta com uma trama superficial e permeada de clichês, mas que cumpre seu trabalho de entreter seu público.

 

4º – Sempre Amigos (Peter Chelsom, 1998)

Drama comovente sobre o poder da amizade inserido em diversas instâncias do contato social, ‘Sempre Amigos’ traz a história de dois indivíduos que encontram na figura do outro a força necessária para, simplesmente, conseguir sobreviver. Pérola exibida pela sessão da tarde durante alguns anos que, certamente, marcou as infâncias de várias pessoas.

 

3º – O Gênio do Videogame (Todd Holland, 1989)

Dois irmãos fogem através dos Estados Unidos para um deles poder competir em um torneio de videogame. Oriundo da década de 1980, ‘O Gênio do Videogame’ certamente foi um elemento bastante presente da sua infância na década de 1990. O filme foi repetido incontáveis vezes por toda a década, conseguindo atingir várias gerações diferentes de pessoas, sempre contando com o tema videogame para atrair o espectador.

 

2º – Convenção das Bruxas (Nicolas Roeg, 1990)

Elevando um trabalho de atmosfera incrível para o filme, Nicolas Roeg nos apresenta uma trama concisa, baseada no livro de Roald Dahl, sobre um menino que acaba se deparando com uma reunião de bruxas em um hotel, tendo que lutar para manter sua vida e a das outras pessoas do lugar, incluindo a de sua avó, pessoa com quem vive. ‘A Convenção das Bruxas’ é um filme bastante marcante da sessão da tarde e, de fato, acaba se fazendo como uma ótima opção até mesmo para os dias de hoje.

 

1º – Enchente – Quem Salvará Nossos Filhos? (Chris Thomson, 1993)

O primeiro lugar da lista vai para um integrante do cinema em casa. Se as pessoas acabam sempre mencionando ‘A Lagoa Azul’ como um dos filmes mais reprisados na história da sessão da tarde, nós vamos trazer o campeão do cinema em casa. ‘Enchente – Quem Salvará Nossos Filhos?’, drama australiano feito para a televisão, completamente desconhecido em todo o mundo, inclusive no próprio país de produção, acaba tendo um lugar sombrio reservado nas memórias das crianças da década de 1990, responsável por aterrorizar as tardes brasileiras dos canais abertos, mais, até mesmo, que o icônico ‘Tubarão’ (filme reprisado até hoje). A trama traz uma reunião escolar com desnivelamentos trágicos após o ônibus onde as crianças estão ser completamente invadido por uma enchente de proporções catastróficas, após fortes chuvas no local.