Top50: Cinquenta Filmes Para Você Maratonar e Esquecer os Problemas da Vida

5º – Westworld (Michael Crichton, 1973)Um parque de diversões futurista promete entretenimento adulto para seus visitantes, com atividades proibidas em um mundo real. O filme ganha sua substância ao explorar a caminhada de dois amigos pelo lugar, capturando desde os momentos mais agradáveis para eles até quando algo sai errado e suas vidas passam a correr perigo. ‘Westworld’ é uma ficção científica que trabalha com poucos recursos para dar qualidade ao compêndio geral. Porém, essa limitação não interfere, e Michael Crichton, diretor e roteirista, se aproveita de sua boa trama para colocar este filme entre os grandes do gênero na década de 1970.

 

4º – De Volta Para o Futuro (Robert Zemeckis, 1985)Na trama, um jovem é mandado acidentalmente por um cientista desajustado para o passado, em uma experiência que tivera sido equivocada. Agora, cabe ao jovem tentar se adaptar ao ano de 1955, empreender uma busca pela volta ao presente e evitar mexer com a cronologia habitual do tempo. ‘De Volta Para o Futuro’ explicita o que de melhor a década de 1980 ofereceu à sétima arte. Sua história concisa e dinâmica envolve o espectador do começo ao fim do filme, ganhando força a cada cena superada.

 

3º – Ave, César! (Joel e Ethan Coen, 2016)O filme explora os bastidores de uma produtora de filmes na década de 1950, mostrando o dia a dia dos integrantes do lugar, assim como os diversos contratempos surgidos em vários momentos. ‘Ave, César’ é regular em sua execução, talvez perdendo em ritmo em relação aos outros filmes da carreira dos irmãos Coen, mas consegue se notabilizar como uma boa opção. O ator Ralph Fiennes assume um personagem secundário na história, dando ainda mais brilho ao já ótimo elenco.

 

2º – O Grande Hotel Budapeste (Wes Anderson, 2014)Entre as duas grandes guerras, acompanharemos as aventuras de um gerente de um grande hotel e seu ajudante, tendo um pequeno esboço do modelo exacerbado e confuso dos dois efetuarem cada passo sobre o mundo. ‘O Grande Hotel Budapeste’ é um filme esteticamente impecável, com construções de ambientes e uma cinematografia brilhantes. Sua trama, com o tradicional modelo único de Wes Anderson de dar vida a cada cena, é divertida do começo ao fim, proporcionando vários momentos hilários ao espectador. Aqui, Ralph Fiennes alcança uma das grandes atuações de sua carreira, se inserindo com perfeição em todo aquele tom diferente do filme.

 

1º – O Presente (Joel Edgerton, 2015)Na trama, um casal recebe a visita inesperada de um homem que fora amigo de um deles há muito tempo. No entanto, o estranho homem começa, pouco a pouco, a incomodar o casal, vindo a colocar em dúvida as suas motivações diante deles. ‘O Presente’ se utiliza de poucos cenários para reger os eventos de sua história. Aqui, tudo é guiado sob um clima de mistério que é mantido até os momentos finais do filme, deixando o espectador formular teorias sobre o que está vendo em tela.