Top50: Cinquenta Filmes Para Você Maratonar e Esquecer os Problemas da Vida

Anda com um tempo livre bastante produtivo para assistir filmes? Sim? Então esta lista é ideal para você. Listamos abaixo 50 filmes ideais para você maratonar e esquecer dos problemas da vida. Caminhando pelos gêneros mais diversos da sétima arte, trouxemos um pouco de tudo, com filmes que variam entre temáticas e mensagens transmitidas ao espectador, tendo como único ponto de completa comunhão a qualidade intrínseca a cada obra. Vamos à lista!

 

50º – Mary e Max (Adam Elliot, 2009)O filme explora a amizade entre um senhor de idade e uma menina pequena, ambos inseridos em uma rotina solitária e maçante. Nutrindo uma aura melancólica para o desenvolvimento dos eventos da trama, a obra é doce e suave, trazendo componentes pouco aprazíveis da vida humana de uma forma bonita, quase poética.

 

49º – Gloria (Sebastián Lelio, 2013)Uma mulher, na faixa dos 50 anos, divorciada, empreende uma jornada atrás de substância em sua vida, participando de festas, encontros amorosos e atividades físicas. ‘Gloria’ é um filme que se insere em um âmbito pouco explorado pelo cinema, trazendo a vida de uma mulher em um período de maturidade, questionando, também, alguns arcos destrutivos sociais.

 

48º – Ponto de Encontro (Steve Buscemi, 1996)Na trama, um homem desempregado passa quase todo seu tempo em um bar e rondando pela pequena cidade em que mora, pensando sobre as instâncias que compreendem a sua vida e a sua situação atual. Dirigido, roteirizado e protagonizado pelo ótimo Steve Buscemi, ‘Ponto de Encontro’ é uma obra despretensiosa que estuda os vínculos sociais mais básicos encontrados em uma sociedade tradicional, evidenciando, ainda, como pequenos elementos de nosso cotidiano são essenciais para um vida de qualidade.

 

47º – Cassino (Martin Scorsese, 1995)O filme investiga a vida de dois amigos, um gerente de um cassino e o outro membro da máfia, mostrando todo o compêndio destrutivo que compreende a jornada de ambos no mundo. Obra-prima de Martin Scorsese, ‘Cassino’ é irretocável, utilizando seus 178 minutos de duração para desmembrar cada nuance sobre a vida de seus personagens.

 

46º – O Grande Lebowski (Joel e Ethan Coen, 1998)Após ter sua casa invadida por dois criminosos por engano, um homem de meia-idade completamente desajustado decide ir atrás da pessoa que aqueles indivíduos procuravam para ele ressarci-lo do prejuízo, adentrando em uma confusão sem precedentes. Pertencente ao cinema dos irmãos Coen, ‘O Grande Lebowski’ trabalha com uma trama permeada por nuances distintas, se alterando a cada cena ultrapassada, entregando, como resultado final, um ótimo filme. No comando do personagem central, Jeff Bridges consegue a atuação de sua carreira, conseguindo ser hilário a cada plano em que está exposto.

Continua na Próxima Página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *