50 Filmes Que Toda Pessoa Deveria Assistir Antes de Entrar na Faculdade

25º – Superbad (Greg Mottola, 2007)Prestes a adentrar ao universo universitário, dois amigos esperam conseguir aproveitar ao máximo os últimos momentos da vida escolar. ‘Superbad’ é um marco do cinema adolescente do século XXI. Um filme que consegue, sempre elevando uma atmosfera despretensiosa ao seu espectador, evidenciar os conceitos básicos que compreendem o turbulento período da vida humana.

 

24º – Conta Comigo (Rob Reiner, 1986)Um grupo de amigos decide embarcar em uma jornada à procura de um corpo perdido na floresta. No decorrer da jornada, os amigos descobrirão mais sobre si mesmos e sobre os tênues e efêmeros laços que os uniam. Nostálgico, ‘Conta Comigo’ emociona o especador por trazer um pequeno retrato do emaranhado de situações que compreende o aparato da infância no ser humano, evidenciando as descobertas, prazeres e dores do período, prezando sempre por evidenciar, em especial, a figura da amizade.

 

23º – O Reencontro (Lawrence Kasdan, 1983)Alguns amigos se reúnem para um fim de semana juntos, após o enterro de um antigo integrante do grupo que cometeu suicídio. Durante esse fim de semana, esses amigos vão fazer considerações sobre suas vidas atuais, seus passados, anseios, prazeres, dores e, claro, a morte. A morte aqui, exposta pela figura desse amigo que cometeu suicídio, servirá como saída catártica para conflitos antes insolúveis para alguns dos indivíduos ali inseridos. O filme se valerá sempre de uma atmosfera suave para tratar de assuntos difíceis, caracterizando-se como uma ótima opção ao espectador.

 

22º – Réquiem Para um Sonho (Darren Aronofsky, 2000)Destrincharemos o cotidiano de quatro personagens acometidos pelo vício em drogas, sejam elas legais ou ilegais. Veremos os quatro, gradualmente, sucumbir ao vício e verem suas vidas, simplesmente, se desfazendo de maneira trágica em suas mãos. Obra-prima de Darren Aronofsky, ‘Réquiem Para um Sonho’ perturba por sua exposição sem concessões do compêndio errático das vidas dos personagens. Um típico filme que permanece na cabeça de quem assiste mesmo após um longo tempo.

 

21º – Os Sonhadores (Bernardo Bertolucci, 2003)Em uma trama que ganha forma na França, na década de 1960, um jovem estudante americano inicia uma amizade com dois irmãos, descobrindo os costumes locais e o “zeitgeist” exacerbado que compreendia aquela sociedade. ‘Os Sonhadores’ explora dias despreocupados de três jovens, trabalhando com a eclosão da sexualidade como conceito central para os eventos da história.

Continua na Próxima Página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *